Aula de Tango com Adam Vucetic

 

Aula de Tango com  Adam Vucetic
199940_1785885419810_6646269_n

Adam Vucetic nasceu a 24 de Dezembro 1976, em Belgrado, Sérvia. Bailarino profissional, coreógrafo e professor de tango com reconhecimento internacional, é fundador, presidente e professor da escola internacional de tango argentino Pasiontango, que actualmente funciona em Lisboa. É membro da International Dance Organization (IDO), do World Dance Council (WDC) e Juiz Internacional de dança licenciado pela WDC. Licenciou-se em Direito pela Universidade de Belgrado, nunca deixando de exercer paralelamente a sua actividade como bailarino e continuando a sua especialização através de cursos e workshops.

Com experiência a ensinar alunos de todos os níveis e idades é versátil e com competências em variadas linguagens da dança como professor, bailarino e coreógrafo. Muito motivado e dedicado tenta criar nas suas aulas um ambiente descontraído, mas profissional. Dá importância ao contacto entre os bailarinos, elegância e estilo, apostando numa evolução sólida e estruturada para que se possa compreender o Tango no seu aspecto formal de técnica de dança com os seus diferentes códigos e linguagens e no seu aspecto social em que funciona como fonte de lazer.

Iniciou a sua formação em dança em criança com ballet clássico, demonstrando um talento extraordinário para as artes cénicas, levando-o a participar em vários grupos de arte. Mais tarde tornou-se bailarino de danças de salão e danças latino-americanas, e durante cinco anos dançou flamenco, treinando com Olga Valentic, tendo então descoberto e se encontrado com o Tango Argentino, iniciando então a sua formação com Laszlo Budai & Banhidi Petra (Campeões Mundiais de Tango em 2002 -IDO) e mais tarde com Guillermo Merlo & Fernanda Ghi, Pablo Veron, Jorge Dispari e Maria del Carmen , Carlos Perez e Rosa Forte em Buenos Aires, Argentina.

Em 2002 iniciou a sua actividade como professor de Tango Argentino, ano em que, como coreógrafo, ganhou a medalha de prata no Campeonato Sérvio de patinagem. Desde então tem participado em inúmeros festivais e exibições de tango, assim como leccionado cursos e workshops de tango em vários países europeus, nomeadamente Sérvia, Espanha, Lisboa e Itália. Em 2005 ganhou o 1º lugar no Primeiro Campeonato de Tango Argentino em Belgrado (SCGAPO, TSSCG y Ángel Coria), o 1º prémio no Campeonato de Belgrado de Tango Argentino (BSSP), o 3º Prémio no Campeonato de Ano Novo (Loznica, Sérvia, SCGAPO) e representou a Sérvia no Campeonato Europeu de Tango Argentino em Seefeld, Áustria e no Campeonato Mundial de Tango Argentino em Eboli, Itália. Nesse mesmo ano fundou em Belgrado a escola Pasiontango, tendo esta funcionado aí até 2007, ano em que se transferiu para Lisboa, continuando as suas actividades na capital portuguesa.

Em Lisboa e em outras cidades portuguesas tem organizado inúmeros cursos e workshops, assim como várias milongas e prácticas, muitas delas regulares com frequência mensal, quinzenal ou semanal (i.e. Milonga da Bica, Milonga do Bairro, Práctica Lx, Noites de Tango no restaurante La Moneda, etc.).

A destacar recentemente no seu percurso artístico são: exibição com Cláudia Bonazzi no International Tango Festival – New Emotion – From Tango to the World em Novembro de 2010 em Itália; exibição com Luna Palacioa na Milonga no” Steps”, Lisboa, em Agosto de 2011; participação como Membro do Júri no IDC WDC World Championship 2011, categoria de Tango Argentino em Florença, Itália, em Fevereiro de 2011.

O Tango é um género musical e uma dança cuja coreografia é desenhada a partir do abraço entre o par, sendo simultaneamente sensual e complexa. Tendo como ponto de partida a sua concepção como uma forma natural de expressão da existência, tanto nos seus aspectos quotidianos quanto nos mais sublimes, este curso é dirigido a todos os que queiram aprender e aperfeiçoar conhecimentos, independentemente da sua capacidade ou experiência.

O Tango é um elemento essencial da cultura argentina que tem vindo a revelar-se internacionalmente importante, sobretudo após ter sido considerado Património Cultural Imaterial da Humanidade pelo Comité Intergovernamental da Unesco em Dezembro de 2009.

É mais do que simplesmente uma postura precisa e um passo estável: é uma forma de estar na vida, uma linguagem da alma. É irrepetível e permite uma improvisação infinita. Por todo o mundo as pessoas deslumbram-se com esta forma de dança, mas, sobretudo, com a riqueza extraordinária da sua música e a profundidade que as suas letras, autênticas poesias, revelam. Este é talvez o aspecto que mais pesa na sua universalidade, principalmente se comparado com outros géneros, também importantes.

O Tango Argentino é considerado o “autêntico” tango, já que é o mais parecido com o que se dançou originalmente em Buenos Aires, Argentina.
Descrição do curso:

O tango é uma dança a dois, consequentemente trabalhar-se-á todo o tempo a dinâmica dos movimentos a par (mesmo quando as aulas são individuais).
Com o curso intensivo a informação apreendida nas aulas não se dispersa, mas evolui em forma de crescente complexidade. O mais importante é o estilo, a postura, a interpretação musical, a forma de caminhar, a conexão entre os parceiros. Para tal a aprendizagem das bases da dança de tango são fundamentais. Asseguramos que adquirirá as melhores bases para logo as aperfeiçoar e adquirir o seu próprio estilo.
Progressivamente os erros serão corrigidos, desenvolvendo-se as próprias habilidades continuamente e em pouco tempo, trabalhando-se a estrutura da dança de tango em si, que serve para o desenvolvimento de qualquer estilo (milonguero, salón, etc.)

Metodologia pedagógica:
Ao longo das aulas serão abordados os elementos fundamentais do Tango no que diz respeito à técnica, ao movimento, à relação com o par, à musicalidade e à improvisação, permitindo ao participante uma evolução sólida e estruturada.
As aulas decorrem num ambiente descontraído, mas profissional, para que se possa compreender o Tango no seu aspecto formal de técnica de dança com os seus diferentes códigos e linguagens e no seu aspecto social em que funciona como fonte de lazer. Nas diferentes sessões inicia-se com pequenos exercícios de aquecimento que permitem ao participante entrar no mundo do Tango, sendo gradualmente inseridos novos elementos que serão sempre trabalhados e melhorados, permitindo posteriormente uma maior capacidade de improvisação, descontracção e elegância na dança. Observar-se-ão as dificuldades dos alunos para trabalhar sobre elas, com exercícios para adaptar o corpo aos diferentes movimentos, posições e figuras e compreender a dinâmicas dos movimentos a par.
Serão destacados os aspectos fundamentais para dançar tango, nomeadamente:
– a dinâmica dos movimentos a dois (condução e seguimento)
– a postura, equilíbrio e abraço do par
– a dissociação, projecção e resistência (eixo e equilíbrio)
– a interpretação da música
– a transmissão da sensibilidade individual no baile

Horários:

Sábados 19:00/20:00

Preços:

Normal – 35€ (mensal-1x por semana)
Aulas  avulso – 12€

Expressão dramática e Storytelling com Francisco Gomes

Expressão dramática e Storytelling com Francisco Gomes

Dramatica

Objectivo:

Desenvolvimento das capacidades expressivas de cada um em contextos de narração oral, apresentação de espectáculos dramáticos ou apresentação pública.

Método:

Pretende-se explorar e dominar as várias ferramentas da expressividade oral e criatividade dramática: gestualidade, expressividade facial, voz, ritmo, cumplicidade, estados de tensão, presença, percepção do espaço. Exploração de vários territórios dramáticos, da tragédia à comédia. Improvisação e estímulo criativo da imaginação como base essencial de trabalho.

Resultado:

O que faz um bom contador de histórias? Quais os segredos de uma boa comédia? Como alcançar aquela vibração especial entre os actores e o seu público? Perguntas às quais se vão encontrar respostas.

Horários:

Quarta-Feira e Sexta-Feira | 20:00 – 21:30

Preços:

55€ mês

Hatha Yoga com Eugénia Fonseca

Hatha Yoga com Eugénia Fonseca

yoga hatha

O Yoga, na sua essência, significa “integração, união do indivíduo com o meio que o rodeia e com o universo”. Apresenta-se como um modo de estilo de vida que objectiva restabelecer a ligação entre o ser humano e o seu verdadeiro eu, ajudando a desenvolver a tranquilidade e o equilíbrio interiores. Através da prática regular, o Yoga actua a todos os níveis do individuo – a nível físico, mental e emocional – fazendo com que se sinta mais jovem, saudável e em forma.
Em termos físicos, o Hatha Yoga funciona através do domínio do corpo e da respiração. Envolve um sistema de exercícios que através de posições físicas, da respiração e de técnicas de relaxamento, beneficiam o sistema nervoso central, as glândulas e os órgãos vitais.
O objectivo é promover uma saúde perfeita e recorrer às reservas de energia latente. As posturas físicas e os alongamentos suaves e agradáveis ensinam a relaxar e tranquilizar a mente, conduzindo ao desenvolvimento de uma meditação simples que acentua a calma interior.
Eugénia Fonseca é professora de Hatha Yoga, influenciada pelas técnicas de Anusara Yoga e Yoga terapia. É praticante de Yoga desde 2007, formou-se em 2013 como instrutora de Hatha Yoga moderno, desenvolvendo uma prática que pretende chegar a todos e que ambiciona motivar o ser humano a viver uma vida melhor.
As suas aulas serão dadas num ambiente descontraído e divertido. Nestas aulas de Hatha Yoga iremos dar-lhe indicações sobre posturas, respirações, relaxamento e meditação. O nosso Yoga é para si.

Horários:

Adultos – Quinta-Feira | 11:30 – 12:30 e 19:30 – 20:30

Crianças – Quinta-Feira | 18:30 – 19:00

Preços:

Estudantes e desempregados (até 25 anos) – 25€ 1x por semana.
Normal – 30€ 1x por semana
Crianças – 25€ 1x por semana
Aulas  avulso – 7.5€

Aulas de Piano com Margarida Moser

Aulas de Piano com Margarida Moser

images

piano é um instrumento musical de cordas. Os principais artistas da música, assim como grandes dançarinos, tocam (ou tocavam) piano. A maioria dos métodos aconselha o dedilhado com as mãos, porém há métodos mais radicais que o sugerem com os pés.

O som é produzido por peças feitas em madeira e cobertas por um material (geralmente feltro) macio e designados martelos, e sendo ativados através de um teclado, tocam nas cordas esticadas e presas numa estrutura rígida de madeira ou metal. As cordas vibram e produzem o som. Como instrumento de cordas percutidas por mecanismo ativado por um teclado, o piano é semelhante ao clavicórdio e ao cravo. Os três instrumentos diferem no entanto no mecanismo de produção de som. Num cravo as cordas são beliscadas. Num clavicórdio as cordas são batidas por martelos que permanecem em contacto com a corda. No piano o martelo afasta-se da corda imediatamente após tocá-la deixando-a vibrar livremente.

Horários:

Disponíveis para marcação com o professor (Duração 1 hora por Aulas)

Preços:

Adultos: Individual: 80€ mês |

Aulas de Acordeon com Prof. Emanuel Soares

Aulas de Acordeon com Prof. Emanuel Soares

fotografia (1)

Acordeão.

É um aerofone de palheta livre que têm a sua origem num instrumento Chinês de nome Chengue. Este instrumento foi inventado a cerca de quatro mil anos, porém, ainda hoje é utilizado. A introdução do Chengue na Europa originou várias experiencia que levaram à construção de diversos instrumentos, tais como: harmónica, concertina, acordeão, bandoneon, órgão…

Apesar do chengue ser um instrumento muito antigo, os primeiros acordeões surgem por volta de 1829. Este instrumento caracteriza-se por conter dois teclados, um responsável pela melodia e o segundo pela harmonia, que se encontram separados (ligados) por um fole, que tem a função de fornecer o ar necessário para vibrar a palhetas.

O acordeão é um instrumento em constante desenvolvimento tanto no que diz respeito à sua construção, técnica de execução e de reportório. Assim, hoje em dia é um instrumentos cheio de capacidades, levantando a curiosidade de grandes compositores, como Prokofiev, para a composição de peças que incluem o acordeão. Porém, esta curiosidade não é propriedade única dos compositores, também é sua. Fica assim o convite para vir conhecer e aprender a tocar este instrumento.

 Horários:

Disponíveis para marcação com o professor (Duração 1 hora por Aulas)

Preços:

Adultos: Individual: 80€ mês | Grupo: 50 € mês ( 1 aula por semana)

Jovens: Grupo 45€ Mês ( 1 aula por semana)

Aulas de Guitarra Acústica e Eléctrica com Pedro Salvador

Aulas de Guitarra Acústica e Eléctrica com Pedro Salvador

61922_137433159636056_2184059_n

A guitarra eléctrica (AO 1945: eléctrica) (também chamada apenas de guitarra) é um instrumento musical pertencente à família das guitarras, cujo som é sempre amplificado electronicamente. É um Instrumento de cordas (ou cordofone), ou seja, o som é produzido manualmente pela vibração das cordas como na guitarra acústica, porém é transformado em sinal eléctrico devido a acção de captadores magnéticos (na maioria dos modelos).
Guitarra acústica (também conhecida como violão acústico (português brasileiro) ou viola acústica (português europeu)) é uma guitarra que usa apenas métodos acústicos para projectar o som produzido pelas suas cordas. O termo é um retró-nimo, ou seja, um termo que foi forjado depois de o termo inicial ter ganhado ou-tro significado. Com o advento da guitarra eléctrica houve necessidade de um no-vo termo que definisse a guitarra não-electrificada.

Horários:

Disponíveis para marcação com o professor (Duração 1 hora por Aulas)

Preços:

Adultos: Individual: 85€ mês | Grupo: 50 € mês ( 1 aula por semana)

Jovens: Grupo 45€ Mês ( 1 aula por semana)

Insomnia

Insomnia (1997)
Erik Skjoldbjærg

CINEMA NO SOFÁ
30 Jul. (Ter.) | 22h | entrada livre

Na trama, Will Dormer (Pacino) e Hap Eckhart (Martin Donovan), dois policiais de Los Angeles, acusados de desvio de conduta, viajam até Nightmute, no Alasca, onde o assassinato brutal de uma adolescente desnorteia Ellie Burr (Hilary), a inexperiente delegada local. Em Nightmute, os dois tentam se esquecer das pressões da corregedoria de Los Angeles, mas se incomodam ainda mais com o fenômeno do Sol da Meia-Noite. No verão, a luz do dia dura, praticamente, 24 horas.

After Hours

After Hours (1985)
Martin Scorsese

CINEMA NO SOFÁ
23 Jul. (Ter.) | 22h | entrada livre

Uma comédia de humor-negro, em que Dunne, empregado de escritório, ao ir para o seu encontro com uma linda loura, vê-se envolvido numa série de bizarras aventuras: seu último dinheiro voa da janela de um táxi, os trocos que têm não lhe chegam para o metro, a rapariga com quem se ia encontrar suicida-se e uma intelectual feminista toma-o por um ladrão e segue-o num camião de transporte de gelo.

Le notti bianchi (Noites Brancas)

Le notti bianchi (Noites Brancas) (1957)
Luchino Visconti

CINEMA NO SOFÁ
16 Jul. (Ter.) | 22h | entrada livre

Com o Marcello Mastroianni, Maria Schell, Jean Marais e Clara Calami.
Numa cidade mal definida Mário ( Marcello Mastroianni) um solitário jovem vagueia de noite pois não tem amigos. Uma noite, nas ruas isoladas, imersas no nevoeiro, encontra uma rapariga. Natália ( Maria Schell) está sozinha porque sempre viveu isolada mesmo no coração da cidade. Mário está sozinho por razões sociais pois é um estranho na cidade acabado de chegar. Voltam a ver-se noites seguidas e Natália confessa a Mário que tem um grande amor na vida, o inquilino (Jean Marais), que talvez nunca regresse mas que continua a ocupar um lugar no seu coração excluindo a possibilidade doutro relacionamento. Mário tenta fazer-lhe esquecer esse mito, mas não consegue: encontra uma prostituta (Clara Calami) mas não esquece Natália. Quando mais tarde volta a encontrar a rapariga, e talvez a faça mudar de opinião, chega o “inquilino”, e Natália vai com ele, deixando Mário só. Mário perseguiu uma fantasia, uma obsessão em detrimento de perspectivas reais dum relacionamento amoroso.
Filme ambiguo e onírico, inteiramente rodado em estúdio, baseado de forma livre na novela “Noites Brancas” de Dostoievski. Segundo Visconti em entrevista de 1957 publicada nos les Cahiers du cinéma ” agarrei-me a essa pequena história- muito grande em Dostoiesvski, pequena no meu filme-, agarrei-me a ela precisamente por oferecer essa possibilidade de evasão da realidade, pelo contraste entre o despertar, em que todas as coisas são desagradáveis, e essas três horas da noite passadas com uma rapariga que se torna uma espécie de sonho, algo de irreal, de quase impossível. Foi isso, esse jogo que me atraiu.”.